Ele é militar da GNR, ela queria ser juíza: casal detido por burlas presente a tribunal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Em Curso Ele é militar da GNR, ela queria ser juíza: casal detido por burlas presente a tribunal

Mensagem por dragao em Sex 29 Nov 2019, 21:10

Também o pai do militar da GNR foi detido por associação criminosa

A PJ desmantelou uma rede criminosa que burlava idosos e que também se dedicava à segurança privada ilegal.

Entre os quatro detidos está uma mulher que estudava para ser juíza e o marido, militar da GNR de Guimarães.

Os suspeitos têm entre 28 e 74 anos. A mulher mais nova será a esposa do militar da GNR e candidata à magistratura. O homem mais velho é o pai do militar da GNR.

Após serem ouvidos pelo juíz, a mulher e o pai do militar ficaram em liberdade. Já o militar da GNR irá conhecer as medidas de coação apenas esta sexta-feira, uma vez que houve um problema informático que levou ao adiamento da decisão do juíz no Tribunal de Guimarães.

A repórter Carolina Resende Matos conta no vídeo o esquema usado pelos suspeitos agora detidos.
dragao
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 51
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 21197
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Ele é militar da GNR, ela queria ser juíza: casal detido por burlas presente a tribunal

Mensagem por dragao em Sex 29 Nov 2019, 21:14

AVEFafe: Militar da GNR suspeito de burla a idosos fica em prisão preventiva
No estabelecimento prisional de Tomar

Ele é militar da GNR, ela queria ser juíza: casal detido por burlas presente a tribunal Militar-da-GNR-suspeito-de-burla-a-idosos-1

O Tribunal de Instrução Criminal de Guimarães aplicou, esta sexta-feira, prisão preventiva a um militar da GNR suspeito de envolvimento em burlas a idosos, num valor que poderá ascender a centenas de milhares de euros, disse hoje fonte policial.

Segundo a fonte, a mulher daquele GNR, também arguida no processo, fica proibida de frequentar o tribunal onde estava a estagiar para juíza.

O pai do GNR fica obrigado a apresentações em posto policial.

Segundo um comunicado da PJ, os três são suspeitos de desenvolveram aquela atividade criminosa “ao longo de vários anos”, na zona do distrito de Braga e num município do distrito de Vila Real.

Os suspeitos abordariam as vítimas, de idade avançada, alegando problemas com a justiça de um deles.

“Desta forma, obtiveram financiamentos avultados na ordem das centenas de milhares de euros, que parte dos suspeitos gastaram de forma faustosa, após dissimulação em várias contas bancárias”, refere o comunicado.

Estes suspeitos são o GNR e a mulher, residentes em Fafe.

Os detidos estão “fortemente indiciados” pela autoria de crimes de burla qualificada, associação criminosa, branqueamento de capitais, fraude fiscal e detenção de arma proibida.

Os suspeitos foram detidos no cumprimento de mandados emitidos pelas autoridades judiciárias competentes da Comarca de Braga.

Da realização de quatro buscas, resultou a apreensão de “várias” viaturas de gama alta, vestuário e acessórios, telemóveis e equipamentos informáticos, bem como “vasta” prova documental.

https://ominho.pt/fafe-militar-da-gnr-suspeito-de-burla-a-idosos-fica-em-prisao-preventiva/
dragao
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 51
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 21197
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo