PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir para baixo

Em Curso PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por dragao Sex 30 Abr 2021, 09:07

Relembrando a primeira mensagem :

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) e a Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) consideraram esta quinta-feira que o valor do subsídio de risco para as forças de segurança deve rondar os 380 euros.

Segundo a ASPP e a APG, este valor deve servir de base para as negociações com o Governo sobre a atribuição de um subsídio de risco para as forças de segurança, que tem de estar concretizado até ao fim de junho, tal como está previsto no Orçamento do Estado deste ano.

As associações socioprofissionais da Guarda Nacional Republicana e os sindicatos da Polícia de Segurança Pública estiveram hoje reunidos com o secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, para debater a revisão dos suplementos e subsídios nas forças de segurança.

Os representantes destas estruturas saíram da reunião desiludidos por não ter sido apresentado por parte do Ministério da Administração Interna (MAI) qualquer proposta para dar início ao processo de negociação.

"Como era uma reunião por causa do subsídio de risco, pensávamos que já havia uma proposta por parte do Governo, mas não foi apresentado nada", disse à agência Lusa o presidente da APG, lamentando não existir "nada em concreto".

César Nogueira salientou que é importante que o Governo apresente um valor para se iniciar o processo de negociação, frisando que a proposta da APG está num caderno já entregue ao MAI, sendo essa a base para se chegar a um consenso.

"A nossa proposta é 20% sobre o primeiro nível remuneratório de capitão, isso dá cerca de 389 euros", disse, precisando que esse valor é fixo para todas as patentes.

Também o presidente da ASPP lamentou à Lusa "a falta de informação" apresentada pelo secretário de Estado, considerando que se tratou de uma reunião que "não passou do campo das intenções".

Paulo Santos disse que já existe "pouco tempo" para a negociação do subsídio de risco porque o Orçamento do Estado estabelece que esteja concluído até ao final do primeiro semestre.

O presidente da ASPP defende que o subsídio de risco para o efetivo da PSP tenha um valor idêntico "ao que já existe em outras forças de segurança", nomeadamente a Polícia Judiciária, que ronda os 380 euros.

"Este é o valor colocado pela ASPP em cima da mesa para início das negociações" disse, acrescentando que o sindicato enviou esta semana esta proposta para o MAI.

Em comunicado, o Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP/PSP) refere também que o "Governo se ficou pelas promessas e não avançou com nada em concreto" e exige que "passe das palavras aos atos".

Para o SPP, deve ser definido "um valor significativo e igual para todos" os polícias, independentemente das carreiras.

Num comunicado enviado no final da reunião, o MAI refere que o subsídio de risco e o suplemento remuneratório para os profissionais da GNR e da PSP "dominaram o debate na reunião de hoje, tendo em conta as determinações constantes da Lei do Orçamento de Estado para 2021".

"Dada a necessidade de obter contributos suplementares, foi decidido prosseguir os trabalhos numa reunião marcada já para o próximo mês de maio. No caso específico do subsídio de risco, foi aprovada a criação de um grupo técnico entre o gabinete do secretário de Estado e as associações e sindicatos que reunirá de forma regular", salienta o MAI.

O Ministério da Administração Interna indica ainda que esta reunião deu continuidade ao processo negocial iniciado em 2020 sobre matérias relativas à valorização profissional, que permitiu analisar também as prioridades da nova Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança e um novo modelo de Segurança e Saúde no Trabalho.

https://www.jn.pt/justica/psp-e-gnr-defendem-subsidio-de-risco-a-rondar-os-380-euros-13627002.html
dragao
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 52
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 22016
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Ir para o topo Ir para baixo


Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por dragao Ter 14 Set 2021, 19:18

Decreto-Lei n.º 298/2009
https://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/search/491436/details/normal?l=1

O que altera no art.º 20.º

Artigo 20.º

Suplemento por serviço nas forças de segurança

1 - O suplemento por serviço nas forças de segurança é um acréscimo remuneratório mensal atribuído aos militares da Guarda em efectividade de serviço com fundamento no regime especial da prestação de serviço, no ónus e restrições específicas das funções de segurança, no risco, penosidade e disponibilidade permanente, composto da seguinte forma:

a) Uma componente variável, fixada em 14,5% sobre a remuneração base;

b) Uma componente fixa, no valor de (euro) 31,04.

2 - O valor do suplemento por serviço nas forças de segurança é aumentado, na componente variável, na percentagem de 14,5% para 20%, nos termos e com a seguinte calendarização:

a) A 1 de Janeiro de 2010, o valor do suplemento por serviço nas forças de segurança corresponde à percentagem de 16% sobre a remuneração base auferida pelos militares, acrescido do valor da componente fixa, a que corresponde a seguinte fórmula de cálculo:

SSFS = (RB x 16%) + SSFSf

b) A 1 de Janeiro de 2011, o valor do suplemento por serviço nas forças de segurança corresponde ao valor que resulta da aplicação do disposto no número anterior, acrescido da percentagem de 2% da remuneração base auferida pelos militares em 31 de Dezembro de 2010, a que corresponde a seguinte forma de cálculo:

SSFS = SSFS 2010 + (2% x RB 2010)
Pela nova legislação; b) Uma componente fixa, no valor de (euro) 100.

c) A 1 de Janeiro de 2012, o valor do suplemento por serviço nas forças de segurança corresponde ao valor que resulta da aplicação do disposto no número anterior, acrescido da percentagem de 2% da remuneração base auferida pelos militares em 31 de Dezembro de 2011, a que corresponde a seguinte forma de cálculo:

SSFS= SSFS 2011 + (2% x RB 2011)

3 - Para efeitos do disposto no número anterior, considera-se:

SSFS - suplemento por serviço nas forças de segurança;

RB - remuneração base;

SSFSf - componente fixa do suplemento por serviço nas forças de segurança.

4 - O suplemento por serviço nas forças de segurança é considerado no cálculo dos subsídios de férias e de Natal.

5 - O suplemento por serviço nas forças de segurança, quando abonado aos militares das Forças Armadas em serviço na Guarda, não é acumulável com qualquer suplemento atribuído em função da condição militar.
dragao
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 52
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 22016
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por dragao Ter 14 Set 2021, 19:24

PELA NOVA LEGISLAÇÃO
Decreto-Lei n.º 77-C/2021
https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/171308555/details/maximized


Artigo 3.º
Alteração ao Decreto-Lei n.º 243/2015, de 19 de outubro
O artigo 154.º do Decreto-Lei n.º 243/2015, de 19 de outubro, na sua redação atual, passa a ter a seguinte redação:
Artigo 154.º
Suplemento por serviço e risco nas forças de segurança
1 - [...].
2 - Não obstante o disposto no número anterior, a componente fixa do suplemento por serviço e risco nas forças de segurança, prevista na alínea b) do n.º 1 do artigo 102.º do Decreto-Lei n.º 299/2009, de 14 de outubro, na sua versão originária, é fixada no valor de (euro) 100.»
dragao
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 52
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 22016
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por dragao Ter 14 Set 2021, 19:28

Com este gesto de ilusão, preparem-se para receber ainda menos do que recebiam Wink
dragao
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 52
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 22016
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Guarda que anda à linha Ter 14 Set 2021, 20:50

Calma amigos, alegrem-se, nem tudo é mau. Já temos mais quatro generais.
Guarda que anda à linha
Guarda que anda à linha
Sargento-Ajudante
Sargento-Ajudante

Masculino
Idade : 55
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1750
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por mimsy Qua 15 Set 2021, 15:56

Vamos aguardar pela discussão do orçamento de Estado para 2022. Acredito que ainda possam haver alterações a este valor pois existem Partidos que estão solidários com a nossa indignação e consideram o valor ridículo. PCP, CDS, PAN, CHEGA, etc....podem exigir que seja atribuído um valor e que fique desde já estabelecido em sede de orçamento. 
O orçamento tem que passar, senão o Governo cai, não acredito que mais uns trocos para os polícias vá gerar muita resistência da parte do MAI/Finanças.
Sempre temos mais 68 euros na folha, não acredito que vamos receber menos, mas se vamos descontar mais, também o reembolso será maior.
Não sou eterno insatisfeito nem considero "esmola" o vencimento que me pagam. É uma (muito) pequena vitória....maiores vitórias virão.
Há camaradas que quando ficámos sem os subsídios de férias disseram: "Nunca mais os recuperas!!"
Há camaradas que diziam:" Vamos ficar sem escala, fardamento e patrulha!!"
Eu tenho mais de 20 anos de Guarda e nunca, tirando a altura da troika, fiquei a auferir menos.
É pouco? É.
Devia ser maior? Devia.
Mas se não ficamos felizes com estas pequeníssimas vitórias....então passamos a vida amargurados.
Para mim os 60/50/40/30 paus são bem-vindos.
Quem não precisar deles, tenho todo o gosto em enviar o meu NIB por pm.
mimsy
mimsy
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 40
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 890
Meu alistamento : AIP

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por moralez Qui 16 Set 2021, 08:48

mimsy escreveu:Vamos aguardar pela discussão do orçamento de Estado para 2022. Acredito que ainda possam haver alterações a este valor pois existem Partidos que estão solidários com a nossa indignação e consideram o valor ridículo. PCP, CDS, PAN, CHEGA, etc....podem exigir que seja atribuído um valor e que fique desde já estabelecido em sede de orçamento. 
O orçamento tem que passar, senão o Governo cai, não acredito que mais uns trocos para os polícias vá gerar muita resistência da parte do MAI/Finanças.
Sempre temos mais 68 euros na folha, não acredito que vamos receber menos, mas se vamos descontar mais, também o reembolso será maior.
Não sou eterno insatisfeito nem considero "esmola" o vencimento que me pagam. É uma (muito) pequena vitória....maiores vitórias virão.
Há camaradas que quando ficámos sem os subsídios de férias disseram: "Nunca mais os recuperas!!"
Há camaradas que diziam:" Vamos ficar sem escala, fardamento e patrulha!!"
Eu tenho mais de 20 anos de Guarda e nunca, tirando a altura da troika, fiquei a auferir menos.
É pouco? É.
Devia ser maior? Devia.
Mas se não ficamos felizes com estas pequeníssimas vitórias....então passamos a vida amargurados.
Para mim os 60/50/40/30 paus são bem-vindos.
Quem não precisar deles, tenho todo o gosto em enviar o meu NIB por pm.
Mais 68??
Com impostos em cima, baixa para os 50€. Com azar sobe-se no escalão de IRS, fica-se a ganhar menos. Este Governo é especialista em prendas envenenadas.
moralez
moralez
Moderador
Moderador

Masculino
Idade : 37
Profissão : Militar G.N.R.
Nº de Mensagens : 6608
Meu alistamento : 2004

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Asensio Qui 16 Set 2021, 08:48

Mimsy como é que o teu alistamento é de 2004 e já tens mais de 20 anos de guarda?
Asensio
Asensio
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 623
Meu alistamento : 2003 AIP...

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por MiguelBarrancos Sex 17 Set 2021, 21:06

"pois existem Partidos que estão solidários com a nossa indignação e consideram o valor ridículo. PCP, CDS, PAN, CHEGA, etc..."


Vocês ainda acreditam na virgem maria? 
MiguelBarrancos
MiguelBarrancos
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 929
Mensagem : camaradagem era a solução para metade dos nossos problemas...
Meu alistamento : 2003

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Sem abrigo Sex 17 Set 2021, 21:59

Fácil ! Dar o subsidio de risco a quem realmente anda na rua . Excluam lá os secretários, os sub secretários, os comandantes, os que fazem patrulhas fictícias e vão ver se o dinheiro de subsidio não aumentava !
Sem abrigo
Sem abrigo
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 39
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 220
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por smelly Sab 18 Set 2021, 12:11

Sem abrigo escreveu:Fácil ! Dar o subsidio de risco a quem realmente anda na rua . Excluam lá os secretários, os sub secretários, os comandantes, os que fazem patrulhas fictícias e vão ver se o dinheiro de subsidio não aumentava !
Já agora, proponho retirarem a totalidade do vencimento a quem não anda na rua!
Desse modo, já poderiam pagar 3000 euros por mês aos patrulheiros!
Patrulheiros esses que, mesmo assim, iriam reclamar de tudo e mais alguma coisa, e empurrar tudo o que pudessem para os secretários e para os comandantes. 
Vencimento zero para quem não anda na rua, já!! 
ups
smelly
smelly
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 36
Profissão : Militar da Guarda Nacional Republicana
Nº de Mensagens : 1321
Mensagem : A união faz a força..
Meu alistamento : 2004

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Overlord Sab 18 Set 2021, 12:23

smelly escreveu:
Sem abrigo escreveu:Fácil ! Dar o subsidio de risco a quem realmente anda na rua . Excluam lá os secretários, os sub secretários, os comandantes, os que fazem patrulhas fictícias e vão ver se o dinheiro de subsidio não aumentava !
Já agora, proponho retirarem a totalidade do vencimento a quem não anda na rua!
Desse modo, já poderiam pagar 3000 euros por mês aos patrulheiros!
Patrulheiros esses que, mesmo assim, iriam reclamar de tudo e mais alguma coisa, e empurrar tudo o que pudessem para os secretários e para os comandantes. 
Vencimento zero para quem não anda na rua, já!! 
ups

Vai haver sempre guerras entre quem anda na rua e quem não anda. Mas sejamos honestos terá que existir uma diferenciação entre quem anda na rua e não anda, entre quem faz noites/fins de semana/feriados e quem não os faz.
Uma pergunta para quem ta em gabinetes qual é o verdadeiro risco que correm?
Overlord
Overlord
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 91
Profissão : GUarda de infantaria
Nº de Mensagens : 1167

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Sem abrigo Sab 18 Set 2021, 13:34

Overlord escreveu:
smelly escreveu:
Sem abrigo escreveu:Fácil ! Dar o subsidio de risco a quem realmente anda na rua . Excluam lá os secretários, os sub secretários, os comandantes, os que fazem patrulhas fictícias e vão ver se o dinheiro de subsidio não aumentava !
Já agora, proponho retirarem a totalidade do vencimento a quem não anda na rua!
Desse modo, já poderiam pagar 3000 euros por mês aos patrulheiros!
Patrulheiros esses que, mesmo assim, iriam reclamar de tudo e mais alguma coisa, e empurrar tudo o que pudessem para os secretários e para os comandantes. 
Vencimento zero para quem não anda na rua, já!! 
ups

Vai haver sempre guerras entre quem anda na rua e quem não anda. Mas sejamos honestos terá que existir uma diferenciação entre quem anda na rua e não anda, entre quem faz noites/fins de semana/feriados e quem não os faz.
Uma pergunta para quem ta em gabinetes qual é o verdadeiro risco que correm?
Tudo dito ! Alguma duvida ?
P.S Existe sempre o risco de um choque em cadeia no corredor do posto quando vão a correr para a sala de convívio para apanhar lugar no sofá para ver o ciclismo no Eurosport.
Bom fim de semana aos camaradas que estão a trabalhar.
Sem abrigo
Sem abrigo
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 39
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 220
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Estranho Sab 18 Set 2021, 13:46

Continua a ser o maior problema aquilo que os outros ganham...
Estranho
Estranho
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 40
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 843
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por COELHO.X Sab 18 Set 2021, 19:26

Sem abrigo escreveu:
Overlord escreveu:
smelly escreveu:
Já agora, proponho retirarem a totalidade do vencimento a quem não anda na rua!
Desse modo, já poderiam pagar 3000 euros por mês aos patrulheiros!
Patrulheiros esses que, mesmo assim, iriam reclamar de tudo e mais alguma coisa, e empurrar tudo o que pudessem para os secretários e para os comandantes. 
Vencimento zero para quem não anda na rua, já!! 
ups

Vai haver sempre guerras entre quem anda na rua e quem não anda. Mas sejamos honestos terá que existir uma diferenciação entre quem anda na rua e não anda, entre quem faz noites/fins de semana/feriados e quem não os faz.
Uma pergunta para quem ta em gabinetes qual é o verdadeiro risco que correm?
Tudo dito ! Alguma duvida ?
P.S Existe sempre o risco de um choque em cadeia no corredor do posto quando vão a correr para a sala de convívio para apanhar lugar no sofá para ver o ciclismo no Eurosport.
Bom fim de semana aos camaradas que estão a trabalhar.
militar palmas
COELHO.X
COELHO.X
Capitão
Capitão

Masculino
Idade : 43
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 5575
Mensagem : Passam Céleres Altivos e Impenetráveis..é a Cavalaria que Passa!
"Para ter inimigos, não precisa declarar guerras, apenas diga o que pensa..."

Martin Luther King

Meu alistamento : (1999) Século Passado!!Há pois é.


Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por moralez Sab 18 Set 2021, 21:28

Estranho escreveu:Continua a ser o maior problema aquilo que os outros ganham...
Mesmo.
Isso e o sentimento de inferioridade com os militares que fazem serviço interno. Faz comichão a muita gente.


Última edição por moralez em Sab 18 Set 2021, 22:54, editado 1 vez(es)
moralez
moralez
Moderador
Moderador

Masculino
Idade : 37
Profissão : Militar G.N.R.
Nº de Mensagens : 6608
Meu alistamento : 2004

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Overlord Sab 18 Set 2021, 21:56

moralez escreveu:
Estranho escreveu:Continua a ser o maior problema aquilo que os outros ganham...
Mesmo.
Isso e o sentimento de inferioridade com os militates que fazem serviço interno. Faz comichão a muita gente.

A ninguém faz comichão pelo menos a mim, sem o serviço interno muito do serviço na rua ficava por fazer e vice versa portanto são ambos bastantes necessários. Agora usar esse argumento para não responder a pergunta de qual é o risco que corre o pessoal que faz serviço interno? Já para nao falar do desgaste em termos de saúde? Sem comichões mas acho que já vai sendo hora de existir uma discussão Honesta em relação a este assunto
Overlord
Overlord
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 91
Profissão : GUarda de infantaria
Nº de Mensagens : 1167

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Estranho Sab 18 Set 2021, 22:02

Overlord escreveu:
moralez escreveu:
Estranho escreveu:Continua a ser o maior problema aquilo que os outros ganham...
Mesmo.
Isso e o sentimento de inferioridade com os militates que fazem serviço interno. Faz comichão a muita gente.

A ninguém faz comichão pelo menos a mim, sem o serviço interno muito do serviço na rua ficava por fazer e vice versa portanto são ambos bastantes necessários. Agora usar esse argumento para não responder a pergunta de qual é o risco que corre o pessoal que faz serviço interno? Já para nao falar do desgaste em termos de saúde? Sem comichões mas acho que já vai sendo hora de existir uma discussão Honesta em relação a este assunto
Mas a discussão é sobre o risco ou sobre o vencimento? É que são assuntos completamente diferentes e o pessoal insiste em querer misturar.
Estranho
Estranho
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 40
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 843
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por moralez Sab 18 Set 2021, 22:56

Estranho escreveu:
Overlord escreveu:
moralez escreveu:
Mesmo.
Isso e o sentimento de inferioridade com os militates que fazem serviço interno. Faz comichão a muita gente.

A ninguém faz comichão pelo menos a mim, sem o serviço interno muito do serviço na rua ficava por fazer e vice versa portanto são ambos bastantes necessários. Agora usar esse argumento para não responder a pergunta de qual é o risco que corre o pessoal que faz serviço interno? Já para nao falar do desgaste em termos de saúde? Sem comichões mas acho que já vai sendo hora de existir uma discussão Honesta em relação a este assunto
Mas a discussão é sobre o risco ou sobre o vencimento? É que são assuntos completamente diferentes e o pessoal insiste em querer misturar.
Na mouche.
moralez
moralez
Moderador
Moderador

Masculino
Idade : 37
Profissão : Militar G.N.R.
Nº de Mensagens : 6608
Meu alistamento : 2004

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por mimsy Seg 20 Set 2021, 12:26

Quem está na chafarica não devia ganhar o suplemento de risco? 
Devia! 
Pois se o militar da chafarica sai de serviço e na via pública vê uma situação em que tem que intervir, por exemplo violência doméstica, assalto, acidente etc, é obrigado a atuar e, consequentemente, está sujeito ao risco da sua atuação como OPC.
Quem está à patrulha diariamente devia ganhar muito mais?
Claro que devia!

Não se esqueçam por exemplo do pessoal colocado na investigação criminal das operações especiais da UI:
Vencimento+400 euros de Op. especiais+150 euros de investigação criminal+68 euros risco...fonix!!
Patrulheiro....60 euros patrulha+68 risco....simplesmente RIDÍCULO.
mimsy
mimsy
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 40
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 890
Meu alistamento : AIP

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por mimsy Seg 20 Set 2021, 12:27

Asensio escreveu:Mimsy como é que o teu alistamento é de 2004 e já tens mais de 20 anos de guarda?

Épa, és bom a matemática!
Arredondei.... contente3
mimsy
mimsy
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 40
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 890
Meu alistamento : AIP

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Guarda que anda à linha Seg 20 Set 2021, 13:10

Meus Senhores, particularmente a categoria de praças/guardas. Deixem-se de querelas estúpidas entre nós, de que este ganha isto e só devia ganhar aquilo. Isso é o tipo de guerra que eles querem, o tal dividir para reinar, enquanto nos vão dando cabo da vida. O problema não é esse, o problema reside no que está em baixo.

Sempre que há uma mexida nas nossas condições de serviço/deveres/direitos, nas leis, decretos-lei e outras disposições que vêm regular essas condições, aparecem sempre frases e palavras bonitas e motivadoras como estas que, mais uma vez, aparecem neste DL que veio aumentar agora uma parte do SSFS. https://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/search/171308555/details/maximized

“Reconhecendo o papel fundamental das forças de segurança na preservação da segurança interna do país, importa dotá-las das condições adequadas ao exercício da missão que lhes está confiada.”

“Com efeito, o exercício das funções policiais caracteriza-se pelo exercício de direitos e cumprimento de deveres especiais, mas também por condições particulares e específicas da prestação de trabalho, sobretudo no que se refere ao risco e penosidade acrescidos das suas funções em face dos demais trabalhadores da Administração Pública.”

“Visando compensar o regime especial da prestação de serviço a que os elementos policiais estão sujeitos, designadamente o ónus e restrições específicas das funções de segurança, o risco, a penosidade e a disponibilidade permanentes.”

“Este suplemento constitui, deste modo, uma retribuição devida pela condição policial, nas suas diversas vertentes, nas quais se inclui o risco inerente ao exercício da profissão.”

Depois de, mais uma vez, ler estas frases e palavras bonitas de onde sobressai o: dotá-las das condições adequadas ao exercício da missão que lhes está confiada, cumprimento de deveres especiais, o risco, a penosidade, a disponibilidade permanente, a condição policial etc.

Como é que, apesar destas frases e palavras bonitas todas, entre outras, desde 2005 para cá começaram um ataque cerrado aos direitos e condições dos militares e polícias, sem precedentes, ao ponto de, actualmente, termos hoje na GNR cerca de 77 postos com um efectivo igual ou inferior a 10 militares, em que muitos só funcionam das 09H00 as 17H00 com apenas um militar de atendimento. Termos hoje apenas um militar de patrulha que tem de se juntar com outro de outro posto territorial para formarem uma força que, por sua vez, vai assegurar as ocorrências a todo um destacamento territorial. Em que os militares têm hoje um pior sistema de SAD, que antes era um direito, e a partir de 2005 passou a ser uma obrigação paga pelo militar, onde os militares pagam um imposto de 3,50% do seu vencimento 14 X por ano. Em que os militares têm agora um pior sistema de progressão de escalões e de promoções, em que, já só podem ser cabos perto dos 20 anos de serviço, quando nos estatutos anteriores puderam sempre concorrer a cabo ao fim de 2, 3 anos de serviço. Em que, têm agora um sistema de reserva e reforma muito mais gravoso e penalizador que os dos estatutos anteriores, ao ponto de, já nem aos 60 anos de idade poderem passar à reforma sem penalizações como nos estatutos anteriores puderam sempre. E que, no final da carreira, como se não bastasse já o atrás descrito, e como cereja no topo do bolo, nos querem presentear com esta pérola https://www.portugal.gov.pt/pt/gc21/comunicacao/noticia?i=aprovado-programa-vigilancia-

Meus Senhores. Apesar de todas aquelas frases e palavras bonitas, entre outras, que aparecem nas leis e nos decretos-lei, e que, na realidade, reflectem, sem dúvida, a nossa profissão e missão, sem igual em Portugal. Realidade essa que se reflecte nas agressões, ferimentos e mortes em serviço a que diariamente estamos sujeitos, eles estão-se a c… e a marimbar pra nós. Nós andamos a ser enganados e roubados nas nossas condições, nos nossos direitos e na nossa dignidade desde 2005 para cá, ou ainda têm dúvidas?
Guarda que anda à linha
Guarda que anda à linha
Sargento-Ajudante
Sargento-Ajudante

Masculino
Idade : 55
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1750
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Estranho Seg 20 Set 2021, 13:17

Guarda que anda à linha escreveu:
[size=59]Meus Senhores, particularmente a categoria de praças/guardas. Deixem-se de querelas estúpidas entre nós, de que este ganha isto e só devia ganhar aquilo. Isso é o tipo de guerra que eles querem, o tal dividir para reinar, enquanto nos vão dando cabo da vida. O problema não é esse, o problema reside no que está em baixo.[/size]
[size=59]Sempre que há uma mexida nas nossas condições de serviço/deveres/direitos, nas leis, decretos-lei e outras disposições que vêm regular essas condições, aparecem sempre frases e palavras bonitas e motivadoras como estas que, mais uma vez, aparecem neste DL que veio aumentar agora uma parte do SSFS. https://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/search/171308555/details/maximized[/size]
[size=59]“Reconhecendo o papel fundamental das forças de segurança na preservação da segurança interna do país, importa dotá-las das condições adequadas ao exercício da missão que lhes está confiada.”[/size]
[size=59]“Com efeito, o exercício das funções policiais caracteriza-se pelo exercício de direitos e cumprimento de deveres especiais, mas também por condições particulares e específicas da prestação de trabalho, sobretudo no que se refere ao risco e penosidade acrescidos das suas funções em face dos demais trabalhadores da Administração Pública.”[/size]
“Visando compensar o regime especial da prestação de serviço a que os elementos policiais estão sujeitos, designadamente o ónus e restrições específicas das funções de segurança, o risco, a penosidade e a disponibilidade permanentes.”
“Este suplemento constitui, deste modo, uma retribuição devida pela condição policial, nas suas diversas vertentes, nas quais se inclui o risco inerente ao exercício da profissão.”
Depois de, mais uma vez, ler estas frases e palavras bonitas de onde sobressai o: dotá-las das condições adequadas ao exercício da missão que lhes está confiada, cumprimento de deveres especiais, o risco, a penosidade, a disponibilidade permanente, a condição policial etc.
Como é que, apesar destas frases e palavras bonitas todas, entre outras, desde 2005 para cá começaram um ataque cerrado aos direitos e condições dos militares e polícias, sem precedentes, ao ponto de, actualmente, termos hoje na GNR cerca de 77 postos com um efectivo igual ou inferior a 10 militares, em que muitos só funcionam das 09H00 as 17H00 com apenas um militar de atendimento. Termos hoje apenas um militar de patrulha que tem de se juntar com outro de outro posto territorial para formarem uma força que, por sua vez, vai assegurar as ocorrências a todo um destacamento territorial. Em que os militares têm hoje um pior sistema de SAD, que antes era um direito, e a partir de 2005 passou a ser uma obrigação paga pelo militar, onde os militares pagam um imposto de 3,50% do seu vencimento 14 X por ano. Em que os militares têm agora um pior sistema de progressão de escalões e de promoções, em que, já só podem ser cabos perto dos 20 anos de serviço, quando nos estatutos anteriores puderam sempre concorrer a cabo ao fim de 2, 3 anos de serviço. Em que, têm agora um sistema de reserva e reforma muito mais gravoso e penalizador que os dos estatutos anteriores, ao ponto de, já nem aos 60 anos de idade poderem passar à reforma sem penalizações como nos estatutos anteriores puderam sempre. E que, no final da carreira, como se não bastasse já o atrás descrito, e como cereja no topo do bolo, nos querem presentear com esta pérola https://www.portugal.gov.pt/pt/gc21/comunicacao/noticia?i=aprovado-programa-vigilancia-
Meus Senhores. Apesar de todas aquelas frases e palavras bonitas, entre outras, que aparecem nas leis e nos decretos-lei, e que, na realidade, reflectem, sem dúvida, a nossa profissão e missão, sem igual em Portugal. Realidade essa que se reflecte nas agressões, ferimentos e mortes em serviço a que diariamente estamos sujeitos, eles estão-se a c… e a marimbar pra nós. Nós andamos a ser enganados e roubados nas nossas condições, nos nossos direitos e na nossa dignidade desde 2005 para cá, ou ainda têm dúvidas?
Precisamente.
Estranho
Estranho
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 40
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 843
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por AAAA Seg 20 Set 2021, 14:39

Esta \'\'Auto-removido\'\' já nem fórum é... parece mais a CMTV...
AAAA
AAAA
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 43
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 375
Mensagem : Morte aos chupa pilas

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Estranho Seg 20 Set 2021, 15:13

Os comentários, pelo menos, fazem jus a essa afirmação.
Estranho
Estranho
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 40
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 843
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por smelly Seg 20 Set 2021, 18:23

mimsy escreveu:Quem está na chafarica não devia ganhar o suplemento de risco? 
Devia! 
Pois se o militar da chafarica sai de serviço e na via pública vê uma situação em que tem que intervir, por exemplo violência doméstica, assalto, acidente etc, é obrigado a atuar e, consequentemente, está sujeito ao risco da sua atuação como OPC.
Quem está à patrulha diariamente devia ganhar muito mais?
Claro que devia!

Não se esqueçam por exemplo do pessoal colocado na investigação criminal das operações especiais da UI:
Vencimento+400 euros de Op. especiais+150 euros de investigação criminal+68 euros risco...fonix!!
Patrulheiro....60 euros patrulha+68 risco....simplesmente RIDÍCULO.
o problema do patrulheiro é que não quer ganhar mais!! apenas querem que os outros ganhem menos!!
smelly
smelly
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 36
Profissão : Militar da Guarda Nacional Republicana
Nº de Mensagens : 1321
Mensagem : A união faz a força..
Meu alistamento : 2004

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por toinojaquim Qua 22 Set 2021, 18:43

O problema é que o Zé Guarda é muito bom a revindicar direitos mas no teclado! Eles sabem que somos mansos e não passamos de vingadores on-line. Estão milhares de guardas colocados em Lisboa mas quando há uma manifestação para exigir melhorias, aparecem 10! É porque ganhamos bem e temos uma boa vida senão lutávamos pelos nossos direitos. Não tiramos o cu do sofá, mas depois nos fóruns e nas redes sociais, parecemos pit-buls a espumar pela boca! Estamos mais preocupados com o gajo da secretaria ou com o gajo dos inquéritos do que com o dia 21. Só vos digo: temos o que merecemos!!! Enquanto não nos unirmos, vamos ser sempre desprezados e desrespeitados. E só vai piorar porque agora começa a vir para a GNR a geração tik-tok que quer é mostrar o rabo ao espelho! E preparem-se, para o ano a reserva vai passar para os 57 e nos próximos 5 anos para os 60. E nós vamos continuar no sofá a publicar vídeos do rabo no tik-tok porque os likes são mais importantes do que os €€€€€. Volto a dizer: Só temos o que merecemos!
toinojaquim
toinojaquim
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 43
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 492
Mensagem : " As massas nunca se elevam ao padrão do seu melhor membro, pelo contrário, degradam-se ao nível do pior"
Meu alistamento : 2003 Portalegre


Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Lynx Qua 22 Set 2021, 21:59

Para a reserva passar para os 57 e nos.proximos 5 anos aos 60 tem de alterar o emgnr....
Mas o camarada deve andar bem.informado
Lynx
Lynx
Alferes
Alferes

Masculino
Idade : 43
Profissão : GUARDA
Nº de Mensagens : 3673
Mensagem : so vence quem acredita na vitoria

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Guarda que anda à linha Ontem à(s) 00:48

Lynx escreveu:Para a reserva passar para os 57 e nos.proximos 5 anos aos 60 tem de alterar o emgnr....
Mas o camarada deve andar bem.informado

Para fazer uma alteração dessas não é necessário ou imperioso alterar o EMGNR, basta fazer um novo Decreto lei, como foi feito em 2005 com este https://dre.pt/pesquisa/-/search/150713/details/maximized altura em que começou o ataque cerrado ás condições e direitos do militares e policias, em que passamos da situação dos 36 anos de serviço existente no estatuto até aí em vigor, Decreto-Lei n.º 265/93, de 31 de Julho, para a situação dos 36 anos de serviço e 55 anos de idade, situação depois confirmada quatro anos mais tarde no novo EMGNR, Decreto-Lei n.º 297/2009 de 14 de Outubro, e posteriormente confirmada/reforçada pela Lei n.º 66-B/2012, de 31 de Dezembro, orçamento de estado para 2013.
Guarda que anda à linha
Guarda que anda à linha
Sargento-Ajudante
Sargento-Ajudante

Masculino
Idade : 55
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1750
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Lynx Ontem à(s) 07:34

Ok
Lynx
Lynx
Alferes
Alferes

Masculino
Idade : 43
Profissão : GUARDA
Nº de Mensagens : 3673
Mensagem : so vence quem acredita na vitoria

Ir para o topo Ir para baixo

Em Curso Re: PSP e GNR defendem subsídio de risco a rondar os 380 euros

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir para o topo