As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Página 11 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Em Curso As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por иuησ em Ter 07 Ago 2012, 14:40

Relembrando a primeira mensagem :

avatar
иuησ
Tenente-Coronel
Tenente-Coronel

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR Cavª
Nº de Mensagens : 14419
Mensagem :
Qui pugnat perdere potest. Qui non pugnat iam perdidit!


Meu alistamento : 2000 - AIP

https://www.apg-gnr.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo


Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por jpnogueira em Ter 14 Nov 2017, 11:20

O problema é que não estão a dotar os militares com os meios para os quais os estão a formar!..
Conheço poucos Postos que tenham disponíveis bastões extensíveis e muito menos gás pimenta!
Concordo que a formação de luta e defesa pessoal ministrada nos alistamentos é uma autentica treta!!!
A maior parte dos instrutores praticamente nunca teve grande contacto com artes marciais...(ensinaram-lhes umas "chaves" e já dão instrução)...
A unidade de intervenção tem instrutores civis para a formação e treino dos militares...Porque não a mesma modalidade nem que fosse a nível de comando nos dispositivos territoriais?!!!
E o patrulheiro?!! Somos nós o primeiro nível de intervenção, tem sido os patrulheiros que são agredidos...
avatar
jpnogueira
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 31
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 107
Meu alistamento : CFG 2010
CPCB 2015/16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por el solitario em Ter 14 Nov 2017, 12:25

jpnogueira concordo plenamente mas o grande problema e que certos comandantes ainda acham que as técnicas que que vem elencadas  no velhinho manual de operações são as melhores para o patrulheiro quando a UI já não utiliza nada daquilo...enfim...
avatar
el solitario
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 30
Profissão : militar gnr
Nº de Mensagens : 926
Meu alistamento : 09

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por jpnogueira em Ter 14 Nov 2017, 23:13

el solitario escreveu:jpnogueira concordo plenamente mas o grande problema e que certos comandantes ainda acham que as técnicas que que vem elencadas  no velhinho manual de operações são as melhores para o patrulheiro quando a UI já não utiliza nada daquilo...enfim...

Nem mais!!!...
avatar
jpnogueira
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 31
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 107
Meu alistamento : CFG 2010
CPCB 2015/16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Croco em Seg 27 Nov 2017, 18:20

GNR agredido durante fiscalização em bar
Irregularidades no Choro-Bar levaram a GNR a encerrar o estabelecimento.
Um militar da GNR de Albufeira foi agredido por um homem, de 23 anos, durante uma ação de fiscalização desencadeada na madrugada deste domingo no Choro-Bar, que culminou no encerramento daquele estabelecimento de diversão noturna.



Segundo o CM apurou, o agressor, de origem cabo-verdiana, foi detido pelos militares por resistência e coação. O GNR foi agredido a murro e pontapé e sofreu diversos hematomas e escoriações, tendo recebido tratamento no serviço de Urgência Básica de Albufeira.

De acordo com fonte do Comando de Faro da GNR, durante a operação foi ainda apreendida cocaína suficiente para 64 doses e liamba para 12. A droga foi encontrada no interior do estabelecimento, onde terá sido abandonada aquando da chegada dos militares da GNR.


O Choro-Bar já se encontrava ‘debaixo de olho’ da GNR de Albufeira, uma vez que o estabelecimento e alguns dos seus clientes já estavam referenciado por desacatos e problemas ligados ao tráfico e consumo de estupefacientes. Após a operação de ontem, o estabelecimento foi encerrado pela GNR.

De acordo com a mesma fonte do Comando de Faro da GNR, o Choro-Bar não dispunha de licença da SPA (Sociedade Portuguesa de Autores), tendo ainda sido instaurados mais nove autos de contraordenação relativos a infrações à legislação detetadas.

Os estupefacientes encontrados no interior do bar deram origem a mais uma contraordenação.
https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/gnr-agredido-durante-fiscalizacao-em-bar
avatar
Croco
Major
Major

Masculino
Idade : 49
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 8010
Mensagem : "As maiores virtudes do homem são: A honestidade e a humildade"

Meu alistamento : 1991 CIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Raí em Ter 28 Nov 2017, 18:06


Cinco franceses acusados de agressões a militares da GNR, em Albufeira

Os factos remontam a Agosto de 2015, quando os arguidos, com idades entre 22 e 23 anos, estavam “inseridos num grupo que causava distúrbios na via pública”.


O Ministério Público (MP) acusou cinco jovens franceses de agressões e insultos a cinco militares da Guarda Nacional Republicana (GNR), no verão de 2015, em Albufeira, no momento em que eram abordados pelos guardas.

Segundo o despacho de acusação do MP, a que a agência Lusa teve acesso, os arguidos, com idades entre 22 e 23 anos, estavam, na madrugada de 4 de Agosto de 2015, junto à rotunda das três palmeiras, “inseridos num grupo que causava distúrbios na via pública”.

Os jovens foram abordados pelos guardas e, quando davam início à identificação dos suspeitos, um deles ofendeu verbalmente um dos militares, enquanto outro dos arguidos “agarrava o braço” de outro suspeito, “afastando-se e ignorando as indicações dadas pelos militares.

Ato contínuo, diz o MP, um dos jovens empurrou e pontapeou o joelho de um dos militares, colocando-se de seguida em fuga.
A partir desse momento, a acusação descreve uma série de agressões levadas a cabo pelos arguidos contra os cinco guardas, que incluem empurrões, vários murros e pontapés em diversas partes do corpo dos militares, nomeadamente na face.

Os suspeitos acabariam detidos.

Três dos militares da GNR tiveram de ser assistidos no Centro de Saúde de Albufeira, no Algarve, enquanto as outras duas vítimas, apesar das dores, não necessitaram de receber tratamento médico.

Em resultado das lesões, um dos guardas esteve de baixa médica entre 6 de Agosto e 3 de Outubro de 2015 e outro entre 4 de Agosto e 20 de Abril de 2016.

“Os militares da GNR encontravam-se devidamente uniformizados e identificados no exercício das suas funções. Os arguidos actuaram de forma concertada e em união de esforços, com o propósito, conseguido, de atingir os militares da GNR (…) na perspectiva da integridade física, de modo a impedir que estes procedessem à sua identificação e detenção”, sustenta o MP.

A acusação acrescenta que o arguido que ofendeu verbalmente um dos militares “atingiu-o na sua honra e bom nome, não apenas como cidadão, mas sobretudo como profissional, sentindo-se vexado e humilhado com as palavras que lhe foram directamente dirigidas em local público”.

Os cinco arguidos estão acusados de vários crimes de resistência e coação sobre funcionário, de ofensa à integridade física qualificada e de injúria agravada. O Ministério Público pede que os arguidos sejam julgados por um tribunal singular (um juiz), incorrendo no máximo numa pena até cinco anos.

Todos os arguidos estão em liberdade com a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.

O Ministério Público, em representação do Estado – Guarda Nacional Republicana, pede aos cinco jovens uma indemnização de 21.403 euros, relativa a despesas hospitalares e medicamentos, assim como ao período em que os militares estiveram de baixa médica e impedidos de trabalhar.

“Apesar de caber aos lesantes [arguidos], por inteiro, o pagamento do valor a favor do Estado, estes ainda não o fizeram”, refere a acusação.

Ainda decorre prazo para que os arguidos possam requerer a abertura de instrução, fase facultativa e que visa comprovar a acusação do Ministério Público e seguir para julgamento ou arquivar o processo.

Fonte_RR.SAPO.PT

_____________________________________________

avatar
Raí
Sargento-Ajudante
Sargento-Ajudante

Masculino
Idade : 45
Profissão : Militar da G.N.R
Nº de Mensagens : 1561
Mensagem : Antes de me criticares tenta superar-me
Meu alistamento : 1995

http://www.g-sat.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Croco em Sab 23 Dez 2017, 20:21

Militares da GNR feridos após detenção violenta | VÍDEO

O momento foi registado em vídeo.
Dois militares da GNR acabaram feridos depois de terem tentado identificar um homem suspeito de violência doméstica em Vieira de Leiria, Marinha Grande.
Os militares preparavam-se para identificar o suspeito de violência doméstica, escreve o Correio da Manhã. O homem recusou ser identificado e tornou-se violento, levando a que os militares fizessem a detenção do suspeito.
No vídeo percebe-se que o homem resiste à detenção, o que leva aos confrontos físicos.
Tanto os militares da GNR como o suspeito acabaram por ser levados ao Hospital de Leiria devido aos ferimentos ligeiros que apresentavam.
https://sol.sapo.pt/artigo/593511/militares-da-gnr-feridos-apos-detencao-violenta-video
avatar
Croco
Major
Major

Masculino
Idade : 49
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 8010
Mensagem : "As maiores virtudes do homem são: A honestidade e a humildade"

Meu alistamento : 1991 CIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Croco em Ter 26 Dez 2017, 15:06

Alcoolizado morde enfermeiro e agride militar à bengalada
GNR precisou de ser suturado com pontos.
Um homem de 63 anos foi preso no serviço de urgências do Hospital de Cascais depois de ter mordido um enfermeiro de serviço e ter ainda agredido à bengalada um militar da GNR.

Segundo o site ‘Cascais 24’, a detenção ocorreu no sábado à noite. Visivelmente alcoolizado, o homem terá começado por atacar à dentada o enfermeiro que o estava a assistir a um ferimento não especificado. O incidente levou à rápida intervenção do militar da GNR de serviço, que levou com a bengala na cabeça e precisou de ser suturado com pontos.
https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/alcoolizado-morde-enfermeiro-e-agride-militar-a-bengalada?ref=portugal_outras
avatar
Croco
Major
Major

Masculino
Idade : 49
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 8010
Mensagem : "As maiores virtudes do homem são: A honestidade e a humildade"

Meu alistamento : 1991 CIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Croco em Dom 07 Jan 2018, 18:13

Capitão do FC Porto agride GNR em jogo de juniores
Confronto começou no acesso ao túnel após final do jogo


João Lameira, jogador de 18 anos do FC Porto, agrediu, com um pontapé, um militar da GNR, durante uma batalha campal que se gerou este sábado no final do Cesarense - FC Porto (3-1), para o Nacional de Juniores A.






VideoJogo entre os juniores do Cesarense e do FC Porto termina em confrontos


Encontro da jornada 18 do campeonato acabou numa enorme batalha campal.


Após a confusão envolvendo jogadores, técnicos e adeptos, a GNR expulsava do relvado, à bastonada, um adepto que será próximo do capitão - e internacional jovem - portista.
Este atingiu de forma violenta o militar. Foi identificado. 
 GNR ficou ferido, mas não precisou de ir ao hospital.

O FC Porto diz apenas que tudo foi iniciado por um atleta da equipa de Cesar (Oliveira de Azeméis).

http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/capitao-do-fc-porto-ataca-militar-da-gnr?ref=HP_Grupo1
avatar
Croco
Major
Major

Masculino
Idade : 49
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 8010
Mensagem : "As maiores virtudes do homem são: A honestidade e a humildade"

Meu alistamento : 1991 CIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Guarda que anda à linha em Seg 08 Jan 2018, 22:22

Meus Senhores, neste momento estamos entregues à bichesa.

https://www.dn.pt/desporto/interior/militar-agredido-por-junior-do-fc-porto-esta-de-baixa---gnr-9030582.html

https://www.dn.pt/portugal/interior/homem-detido-na-baixa-da-banheira-por-agressao-a-agente-da-psp-9032532.html

Apesar de tudo, no tempo da Troika, houve mais respeito pelas funções de soberania, nomeadamente de segurança, do que agora.

No tempo da Troika, em 2015, foram criados três estatutos profissionais para militares das Forças armadas https://dre.pt/home/-/dre/67348942/details/maximized?p_auth=kdrQ7YJJ
Agentes da PSP https://dre.pt/home/-/dre/70737912/details/maximized?p_auth=E325hvD2&serie=I
e Guardas Florestais https://dre.pt/home/-/dre/70790241/details/maximized?serie=I&dreId=70790237 em que todos previam que os profissionais destes corpos especiais do estado pudessem passar à reforma aos 60 anos de idade sem quaisquer tipo de cortes e ou penalizações.

Assim que a Troika voltou costas, aos militares da GNR deram-lhes o pior estatuto profissional de sempre https://dre.pt/home/-/dre/106642828/details/maximized em que, pela primeira vez, um estatuto militar da GNR já não permite que estes militares se possam reformar aos 60 anos de idade, porque se o fizerem levam pesados cortes na sua pensão de reforma.

Neste momento, a opinião é unânime em que o respeito, consideração e reconhecimento pelas funções de soberania, nomeadamente segurança e defesa são ZERO, estamos por nossa conta e risco e entregues à bicharada.
avatar
Guarda que anda à linha
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 52
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1155
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Croco em Qua 10 Jan 2018, 15:29

Sociedade 10 de janeiro 2018
GNR procura homem armado que se pôs em fuga após operação Stop
Um militar foi agredido.
A GNR está à procura de um homem armado que se pôs em fuga após desrespeitar uma operação Stop em Castelo Branco, avança o Correio da Manhã.
Um militar da GNR terá sido agredido durante uma operação Stop em Maxiais, Castelo Branco.
Depois de desrespeitar a ordem dos militares, a carrinha onde seguia despistou-se, mas o homem conseguiu fugir. O suspeito ainda roubou a arma ao militar.
Outras quatro mulheres que seguiam no veículo acabaram detidas.
https://sol.sapo.pt/artigo/595707/gnr-procura-homem-armado-que-se-p-s-em-fuga-apos-operacao-stop
avatar
Croco
Major
Major

Masculino
Idade : 49
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 8010
Mensagem : "As maiores virtudes do homem são: A honestidade e a humildade"

Meu alistamento : 1991 CIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por jpnogueira em Qua 10 Jan 2018, 23:23

Uma vez mais volto a repetir...
FALTA DE FORMAÇÃO MEUS SENHORES!!!!Está na hora da instituição acordar e arranjar mecanismos para dotar os militares dos dispositivos territoriais de técnicas de defesa pessoal e policial, al como acontece em algumas unidades especializadas!!!!
A ser verdade no carro seguiam quatro mulheres e um homem, que consegue neutralizar dois guardas e ainda apoderar-se de uma arma de fogo?!!!!
Associações aqui está um bom assunto para reivindicar (até está previsto no estatuto...)...
avatar
jpnogueira
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 31
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 107
Meu alistamento : CFG 2010
CPCB 2015/16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por MiguelBarrancos em Qui 11 Jan 2018, 13:43

jpnogueira escreveu:Uma vez mais volto a repetir...
FALTA DE FORMAÇÃO MEUS SENHORES!!!!Está na hora da instituição acordar e arranjar mecanismos para dotar os militares dos dispositivos territoriais de técnicas de defesa pessoal e policial, al como acontece em algumas unidades especializadas!!!!
A ser verdade no carro seguiam quatro mulheres e um homem, que consegue neutralizar dois guardas e ainda apoderar-se de uma arma de fogo?!!!!
Associações aqui está um bom assunto para reivindicar (até está previsto no estatuto...)...
JPnogueira, tu deves dar formação só pode? Ou queres que seja criado mais um tacho... Núcleo de Formação de Patrulheiros.
De que adianta formação se não temos a forca nem o poder nem meios nem os homens necessários? 
Acorda para a vida camarada, o melhor é nao fazer nada, e fugir do perigo.
avatar
MiguelBarrancos
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 37
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 771
Mensagem : camaradagem era a solução para metade dos nossos problemas...
Meu alistamento : 2003

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Guarda que anda à linha em Qui 11 Jan 2018, 14:12

jpnogueira escreveu:Uma vez mais volto a repetir...
FALTA DE FORMAÇÃO MEUS SENHORES!!!!Está na hora da instituição acordar e arranjar mecanismos para dotar os militares dos dispositivos territoriais de técnicas de defesa pessoal e policial, al como acontece em algumas unidades especializadas!!!!
A ser verdade no carro seguiam quatro mulheres e um homem, que consegue neutralizar dois guardas e ainda apoderar-se de uma arma de fogo?!!!!
Associações aqui está um bom assunto para reivindicar (até está previsto no estatuto...)...


Então mas a formação não é dada no alistamento?

E quem é que nos garante que por mais formação que haja, mais nenhum militar da Guarda vai ser ferido, agredido e ou morto em serviço?

Não é por nada mas, mude a agulha/direção do alcance do seu comentário. As causas não são essas mas sim outras. E entre elas estão a falta de efetivos, o envelhecimento dos efetivos, o que está a levar a uma diminuição de policiamento sem precedentes em Portugal, que por sua vez cria um clima de impunidade junto dos infratores/prevaricadores e criminosos. E por fim um ajustamento nas leis, que permita de uma vez por todas prender quem agride os elementos das forças de segurança no exercício das suas funções de soberania do estado.
avatar
Guarda que anda à linha
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 52
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1155
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por COELHO.X em Qui 11 Jan 2018, 14:36

Qual formação qual quê...
Primeiramente isto é um atentado contra o estado...agredir agentes de autoridade como dá cá aquela palha é uma impunidade tremenda isso sim o que se passa na sociedade.
Falam que as associações tem um papel preponderante tem é verdade e o MAI e a Assembleia da Republica e a GNR??
Formação?? 
Quem anda na patrulha sabe bem que não é preciso formação para acontecer coisas destas ao virar da esquina.
Melhores condições quer materiais/humanas isso sim.
Bem como penas exemplares ao agressor.
avatar
COELHO.X
Capitão
Capitão

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 5180
Mensagem : Passam Céleres Altivos e Impenetráveis..é a Cavalaria que Passa!
"Para ter inimigos, não precisa declarar guerras, apenas diga o que pensa..."

Martin Luther King

Meu alistamento : (1999) Século Passado!!Há pois é.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por jpnogueira em Qui 11 Jan 2018, 16:29

MiguelBarrancos escreveu:
jpnogueira escreveu:Uma vez mais volto a repetir...
FALTA DE FORMAÇÃO MEUS SENHORES!!!!Está na hora da instituição acordar e arranjar mecanismos para dotar os militares dos dispositivos territoriais de técnicas de defesa pessoal e policial, al como acontece em algumas unidades especializadas!!!!
A ser verdade no carro seguiam quatro mulheres e um homem, que consegue neutralizar dois guardas e ainda apoderar-se de uma arma de fogo?!!!!
Associações aqui está um bom assunto para reivindicar (até está previsto no estatuto...)...
JPnogueira, tu deves dar formação só pode? Ou queres que seja criado mais um tacho... Núcleo de Formação de Patrulheiros.
De que adianta formação se não temos a forca nem o poder nem meios nem os homens necessários? 
Acorda para a vida camarada, o melhor é nao fazer nada, e fugir do perigo.

Meus caros antes de mais permitam-me esclarecer alguns pontos...
1.º Sou patrulheiro e assim irei continuar uns bons e longos anos.
2.º Durante a minha carreira já passei  em postos com um grau elevado de serviço e criminalidade violenta, onde destaco apenas Pter Águeda e atualmente Pter Santa Maria da Feira.
3.º Mais importante, NÃO ME CONSIDERO MELHOR DO QUE NINGUÉM!.. 
A minha Guarda é a vossa Guarda e muitas vezes quando olho em redor vejo:
-Fiscalizações rodoviárias em que alguns militares quase entram na janela do condutor e se colocam no meio da via de costas para o trânsito!!!!
-Militares que saem para a patrulha apenas com a arma de serviço, nem um par de algemas levam e não é por não existirem no Posto!!!!
-Militares que apenas no único carregador da arma tem 4 munições!!!!
-Militares que na carreira de tiro entram em pânico quando manuseiam a arma!!!!! (adianto que já tive MEDO de estar ao lado de certos elementos na linha da carreira de tiro).
Há mais situações!!!!!
Quantos de vos já sentiram uma enorme dificuldade em projetar um individuo ao solo e se viram gregos para o algemar?!!!
Eu já, algumas vezes...
Isto revela o que exactamente?!!!!Na minha modesta opinião falta de formação, falta de noção da realidade que podem encontrar...
 
Falando agora na formação ministrada na escola da guarda alistamento/cursos de formação ou promoção...
Meus caros pela frente tinham instrutores sem a mínima noção/ conhecimentos no âmbito de luta e defesa pessoal e eram esses que estavam ali a instruir...Grave!Muitos estavam lá porque tinham processos às costas e aguardavam promoção, outros porque estavam colocados na unidade e a única competência que lhes consegui ver era no bar de praças com a barriga encostada!!!Nisso camaradas eram exímios!!!!Mas eram eles os instrutores (que posso dizer o único conhecimento de causa foram as imagens que viram no manual de luta e defesa pessoal da EG.
Nem vamos sequer falar desse manual...

Quanto à criação de "taxos", sou completamente contra isso! Á semelhança do que acontece na UI a Guarda poderia ter nas unidades territoriais civis a ministrar instruções de luta e defesa pessoal, bastava centralizar um por destacamento algo semelhante...
Ao menos teria que ser pessoal com qualificações!!!!
O objetivo aqui seria dotar o efetivo com conhecimento de tecnicas basicas de projeção, imobilização e controle, não formar atletas!!!!

Meus caros, cada vez mais a sociedade sabe que praticamente quem agredir um policia sai impune, e aqui deveria existir a grande mudança, o que não acredito que aconteça!!!!!
Posso dizer que já tive uma situação em que um "senhor" que comete vários crimes contra OPC`s foi sentenciado com ADMOESTAÇÃO!!!!!! Foi condenado por tudo, mas a pena aplicada foi esta...
Aqui sim está mais um bom ponto para as associações reivindicarem!!!!!

Temos um efetivo envelhecido, certo! Falta de meios,certíssimo!!!Desmotivação profissional etc etc etc...mas camaradas é a nossa segurança que está em jogo!!!!
Perdoem-me a observação, uma vez mais no assunto falta de formação, mas a impressão que tenho e que dos alistamentos cada ano que passa os alistados são piores!!!Muitos nem um colete balístico sabem colocar e já não querem fazer nada!!!!O mesmo acontece com muitos militares do dispositivo!!!!

Meus caros a minha segurança depende do elemento que está ao meu lado e vice versa!!!
A titulo de exemplo (volto a frisar que não sou melhor do que ninguém),  eu dispendo do meu tempo e dinheiro e pratico um desporto de combate, é por gosto pessoal e nem sequer é o indicado para a nossa profissão, mas se um dia precisar, entre ser agredido ou então defender-me não penso duas vezes!!!!

Meus caros eu não estava na ultima situação mas quando 4 mulheres e 1 homem conseguem neutralizar dois policias e ficar com uma arma de fogo algo está muito mal!!!!Felizmente o animal fugiu, outro certamente poderia ser um novo Pedro Dias!!!!
avatar
jpnogueira
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 31
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 107
Meu alistamento : CFG 2010
CPCB 2015/16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Guarda que anda à linha em Qui 11 Jan 2018, 18:11

Caro jpnogueira, o cerne da questão a que estamos a assistir desde há uns anos a esta parte em relação à nossa segurança em geral enquanto cidadãos. Às politicas publicas escolhidas e seguidas para as forças de segurança em particular. E, por fim, as mesmas politicas publicas escolhidas e seguidas para os elementos das forças de segurança em geral, e para os militares da GNR em particular. É a mudança de paradigma a que agora estamos a assistir, cujo principal factor se prende com o envelhecimento do efetivo que, quer queiramos quer não se vai traduzir em menos efetivo e, por arrastamento em menos policiamento, menos visibilidade e menos segurança.

Vejamos desde logo, o estatuto militar que foi "dado" à GNR em 2017, ano em que a sinistralidade rodoviária/mortes na estrada, tiveram a maior subida dos ultimo 20 anos. Ano em que mais de 100 pessoas morreram vitimas de incêndios, assim como centenas de casas, empresas e  infraestruturas várias também consumidas pelo mesmo fogo.

Falemos então no novo estatuto profissional que, pela primeira vez deixou de prever qualquer percentagem para efeitos de aumento de serviço, e em que pela primeira vez deixou de prever os 60 anos de idade como idade legal de passagem à reforma, o que, a prazo, vai provocar que daqui a  alguns anos vai fazer com que os militares da GNR andem no serviço ativo até aos 60 anos de idade, e muitos deles vão ter que ultrapassar essa idade. A titulo de exemplo, um individuo que entre hoje na GNR com 25 anos de idade, só aos 61 é que terá 36 anos de serviço, altura em que poderá passar à situação de reserva.

Ou seja, numa instituição militar/policial cujas funções e missão se conhecem, cuja média de idades dos seus militares já é hoje superior a 40 anos de idade, daqui a uns anos essa média já será superior a 50, acha que essa instituição vai ser viável e sustentável?

Está a ver a GNR como a conhecemos há uns anos atrás, em termos operacionais, que é o que tem de ser sempre, uma instituição operacional, existir com um efetivo com a maior parte dos seus militares com uma média de idades superior a 50 anos?

Isto não irá por em causa a segurança de todos nós em particular enquanto cidadãos?

Falemos agora na nossa formação, e aqui temos que trazer à baila o nosso caso particular de cada um. Do que é que me adianta ter hoje formação em termos de armamento e tiro por exemplo, se as mãos já me tremem e a visão já não é a mesma? E atenção, que eu saiba, não tenho nenhuma doença grave, mas, simplesmente já passaram 30 anos desde a altura que fiz testes físicos para ingressar na GNR e que na altura cumpri, e que se os fizesse hoje reprovava neles todos. O tempo e a idade não perdoam.

Que culpa tenho eu (atenção, tenho 52 anos de idade, vim para a GNR com 22, depois de ter cumprido SMO nas FA, e ando no serviço operacional/patrulha desde o 1º dia que terminei o alistamento) e outros como eu, de, ao longo dos tempos, termos sidos traídos por um estado que se comprometeu comigo e com outros como eu que, na altura da "assinatura do contrato" nos disseram que devido à missão que iríamos enfrentar deixaríamos o serviço ativo após termos completado 36 anos de serviço militar (tempo esse que já foi ultrapassado há algum tempo) e que hoje, apesar de já ter sido ultrapassado esse tempo, ter que continuar a desempenhar a mesma missão já em arrastamento e com bastante desgaste físico e sem capacidades físicas que já não são as mesmas de outros tempos?

De que é que me adianta a mim e a outros como eu, ter agora formação de tácticas policiais, tiro, armamento, luta de defesa pessoal etc. etc. depois do desgaste que já sofri, se o que eu menos quero e desejo agora e rezo para que isso não aconteça, é ter um acidente ou lesão qualquer que crava comigo numa mesa de operações qualquer, e depois me deixa incapacitado para os restantes anos de serviço que me faltam, em que depois me cortam os suplementos remuneratórios associados ao meu magro vencimento quase há dez anos congelado, que depois se vai traduzir em mais um corte na já prevista magra pensão de reforma a que irei ter direito um dia?

No meu PT somos 18 militares. 7 são mais velhos do que eu, quando dois de nós vamos juntos para a patrulha, sabe o que é que desejamos que aconteça durante a patrulha? Simplesmente desejamos que não tenhamos que correr atrás de ninguém, sabe porquê? Porque já não conseguimos fugir  à frente de ninguém.

E a própria instituição em si, tão empenhada agora na proliferação de plataformas informáticas para tudo e mais alguma coisa (SIOPs), em que há SIOP para tudo e mais alguma coisa, e depois temos Destacamentos Territoriais em que se tem que juntar um militar de um PT com outro de outro PT para tomarem conta das ocorrências todas da área, sem qualquer tipo de apoio caso precisem, em que a isto já não se chama policiamento/patrulhamento mas sim, simplesmente recurso. Por este andar, um dia destes, ainda vamos assistir a que uma ocorrência em vez de se mandar uma patrulha para tomar conta dela, se mande um SIOP qualquer.   E talvez não seja por acaso que em 2017 em termos de sinistralidade rodoviária/vitimas, tivemos o maior aumento dos últimos 20 anos, e em que mais de 100 pessoas morreram vitimas de incêndios. Uma situação nunca vista e vivida em Portugal.
avatar
Guarda que anda à linha
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 52
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1155
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por ripper em Qui 11 Jan 2018, 18:31

Hoje mais uma vez os militares da GNR foram "agredidos", desta vez pelos lacaios da assembleia da republica, uma vez que apenas para a PSP foi aprovado o suplemento de risco deixando de parte a GNR.
Gostava de saber para que andaram as associações a pregar, se o andaram claro, e se esta aprovação pode ser mesmo unilateral.   :cop:
avatar
ripper
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 33
Profissão : militar
Nº de Mensagens : 276
Mensagem : "Lutai e re-lutai até, que os cordeiros se tornem Leões".
Meu alistamento : 2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por jpnogueira em Qui 11 Jan 2018, 23:35

Meu caro tem toda a razão a razão no que diz e isso são outros pontos que não falei!..
Infelizmente aliado à falta de meios materiais temos zonas do pais com um efetivo mais envelhecido e a Guarda não dá mecanismos para que possam deixar de fazer serviço operacional...
Sei bem o que é juntar um militar de cada posto e caso seja preciso o apoio mais próximo está a mais de 50 km, por estradas em más condições, isto se existir viatura para poderem ajudar...
Eventualmente deve ter lido algum comentário meu relativamente aos incêndios, pois estive no de Pedrogão praticamente desde o inicio, e não deixei lá a vida porque o destino assim não quis...Até evito falar neste assunto...
Para o estado somos um número, e se correr mal uma bandeira num caixão.
Certo que cada vez mais somos afectados financeiramente e profissionalmente, mas este tipo de situações não podem acontecer!!! Lembro-me de alguns anos, ai de alguém que meta a mão na farda...Talvez as coisas tenham que ser resolvidas em parte "à maneira antiga"...
A justiça toda a gente sabe como está, hoje em dia muitos magistrados evitam a pena de prisão até porque é mais um gasto para o estado, e nos temos que aguentar o lixo cá fora...
Quem tem as rédeas da instituição, deveria proteger os que cá estão, e dar valor ao serviço operacional,compensar os que já muito deram e dotar os mais novos com outras ferramentas ( e não tanto SIIOP)!
Somos poucos, cada vez menos, mal pagos, desmotivados e  é certo que muitos já não  reunem condições para o serviço de patrulha, pior é não permitirem que muitos deles passem à situação de reserva e tenham o descanso merecido.
Isto acarreta riscos para a vida e integridade física dos elementos que constituem uma patrulha.
Toda a gente sabe que temos uma profissão de risco, com desgaste enorme, mas o estado continua a olhar para o lado...
No meu caso,tenho "meia idade" e ainda posso aguentar isto mais uns anos, mas mais cedo ou mais tarde, se ainda cá andar irei estar nas mesmas condições. 
Continuo a reclamar instrução, meios e que daqui a uns tempos também me possa "encostar" num serviço que não seja tão exigente e que veja o meu ordenado um pouco melhor...
Mais uma vez lhe dou razão os "numeros" que cá andam há mais tempo tem que ser compensados e salvaguardados, afinal de contas ninguém caminha para novo!
Por ultimo os "números" mais novos tem que vir com mais formação, garra e gosto pela profissão, pois pelo que vou vendo a Guarda é apenas no dia 21.
Vejo tanta gente a reclamar tanta coisa, subsídios disto e daquilo, o que é certo e não é nada que não tenhamos direito! Para mim bastava para já, a curto prazo ver a profissão ser considerada de risco e desgaste rápido e que quem está no serviço operacional tivesse aumentos para o tempo de reserva e reforma...Acho que tão cedo não pedia mais nada...
avatar
jpnogueira
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 31
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 107
Meu alistamento : CFG 2010
CPCB 2015/16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Guarda que anda à linha em Sex 12 Jan 2018, 12:55

ripper escreveu:Hoje mais uma vez os militares da GNR foram "agredidos", desta vez pelos lacaios da assembleia da republica, uma vez que apenas para a PSP foi aprovado o suplemento de risco deixando de parte a GNR.
Gostava de saber para que andaram as associações a pregar, se o andaram claro, e se esta aprovação pode ser mesmo unilateral.   :cop:


Esta "agressão" que para já não passa de uma simples intenção, não esquecer que há leis que são aprovadas e que depois nunca entram em vigor porque nem sequer são regulamentadas, ao pé da verdadeira agressão a que os militares da Guarda foram sujeitos em 2017, que foi o novo estatuto que lhes foi dado, é peanuts.

E nessa agressão chamada estatuto, com que os militares da Guarda foram/vão ser agredidos para o resto das suas vidas, do estatuto de 2009 para o estatuto de 2017, perderam dias de férias, a categoria de Guardas vai ter um sistema de promoções muito pior que o anterior, perderam a percentagem de 15% para efeitos de contagem de tempo de serviço, e perderam a possibilidade de passarem à reforma aos 60 anos de idade sem cortes, o que pela primeira vez acontece num estatuto dos militares da GNR. O que vai fazer com que daqui a alguns anos, até a própria instituição tal como a conhecemos hoje correrá riscos de existir, porque vamos chegar a um ponto em que a maior parte dos seus militares no ativo serão todos velhos.

Isto sim é que é uma verdadeira agressão aos militares da Guarda que urge reverter. O resto, como a subsidio dependência com que muitos sonham e desesperam, assim como com horários de função publica nada compatíveis com a nossa missão e condição de militares, são peanuts.
avatar
Guarda que anda à linha
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 52
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1155
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Guarda que anda à linha em Dom 14 Jan 2018, 15:10

Em relação ao caso concreto do camarada agredido em Castelo Branco, pelas imagens televisivas no CM, "aparentemente" já não será muito novo. Um militar da GNR "velho" em acto de serviço envolver-se numa situação de luta de corpo a corpo com um galifão de vinte e poucos anos, vai lá vai.

Se dúvidas havia para aquilo que alguns vêm dizendo e alertando há algum tempo atrás, sobre o envelhecimento do efetivo, sem dúvida nenhuma que tudo isto tem de ser repensado, e algumas das medidas adoptadas anteriormente (desde 2005 para cá) com vista ao envelhecimento dos efetivos que para já, já se nota em muitos Postos da GNR, terão de ser repensadas.
avatar
Guarda que anda à linha
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 52
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1155
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por DNS em Seg 15 Jan 2018, 20:30

ripper escreveu:Hoje mais uma vez os militares da GNR foram "agredidos", desta vez pelos lacaios da assembleia da republica, uma vez que apenas para a PSP foi aprovado o suplemento de risco deixando de parte a GNR.
Gostava de saber para que andaram as associações a pregar, se o andaram claro, e se esta aprovação pode ser mesmo unilateral.   :cop:
GREVE
avatar
DNS
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 106
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 684
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por trecarrico em Seg 15 Jan 2018, 23:10

Enquanto quem agride um elemento das forças de segurança escapar incólume sem qualquer tipo de sanção hão-de continuar a existir cada vez mais agressões, independentemente se o pessoal tem ou não formação de luta e defesa pessoal.
avatar
trecarrico
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 42
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 302
Meu alistamento : 1.º de 1996 (Grande curso)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Croco em Ter 20 Fev 2018, 19:02

Militares da GNR de Vila Verde e dois detidos recebem tratamento no Hospital de Braga


Redação
Há  10 minutos
Dois militares do Posto da GNR de Vila Verde e dois jovens detidos estão a receber esta noite tratamento no Serviço de Urgência do Hospital de Braga, depois de incidentes num supermercado da cadeia Pingo Doce.

 
De acordo com informações do oficial de serviço à Sala de Situação do Comando da GNR de Braga, tudo terá começado na noite desta segunda-feira, com uma alegada situação de assédio sexual de dois jovens, ambos moradores na vila de Amares, a duas jovens que se encontravam naquela loja, em Vila Verde.
Na sequência da intervenção dos militares do Posto Territorial da GNR de Vila Verde, os dois suspeitos resistiram, entrando em confronto físico com os dois militares da patrulha da Guarda Nacional Republicana.
Os dois militares da GNR e os dois detidos apresentam todos ferimentos e escoriações, estando todos a receber tratamento hospitalar, vigiados por elementos da GNR e da PSP de Braga, ambos da Intervenção, enquanto muitos elementos de etnia cigana aguardam.
https://ominho.pt/militares-da-gnr-de-vila-verde-e-dois-detidos-recebem-tratamento-no-hospital-de-braga/
avatar
Croco
Major
Major

Masculino
Idade : 49
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 8010
Mensagem : "As maiores virtudes do homem são: A honestidade e a humildade"

Meu alistamento : 1991 CIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Estranho em Ter 20 Fev 2018, 21:53

assédio ou "piropos" ?

http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/vila-verde/dois-gnr-feridos-em-detencao-de-jovens-que-estavam-a-importunar-mulheres
avatar
Estranho
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 37
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 555
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Croco em Ter 27 Fev 2018, 19:23

Agrediu GNR a murro depois de ameaçar e injuriar vigilante no Hospital de Cascais

Um homem, de 49 anos, recebeu voz de detenção, esta segunda-feira, à noite, no Hospital de cascais, depois de ter ameaçado e injuriado uma vigilante e de ter agredido com um murro no peito um militar da GNR de Alcabideche chamado a intervir.

Os incidentes registaram-se na entrada principal da unidade de saúde, quando o homem, pai de um utente internado, terá tentado forçar o acesso sem que primeiro obtivesse a senha respetiva e a autorização de passagem.

Alertado para os requisitos necessários, o homem, exaltado e agressivo, terá ameaçado e injuriado a vigilante, o que levou a pedir a intervenção do militar da GNR colocado no chamado posto avançado, na área da Urgência.

O guarda acabou, também, por ser alvo de ameaças e injúrias e, mais grave, terá sido agredido com um murro no peito.

O alegado agressor acabou por receber voz de detenção.

Notificado e posteriormente libertado, compareceu esta terça-feira junto dos Serviços do Ministério Público do tribunal de Cascais, mas o processo baixou a inquérito, confirmou, a Cascais24, fonte judicial.
http://www.cascais24.pt/p/seguranca-normal-0-21-false-false-false_27.html?spref=fb&m=1
avatar
Croco
Major
Major

Masculino
Idade : 49
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 8010
Mensagem : "As maiores virtudes do homem são: A honestidade e a humildade"

Meu alistamento : 1991 CIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Guarda que anda à linha em Ter 27 Fev 2018, 20:22

Eles estão-se a marimbar para as agressões aos profissionais da Guarda e das outras forças de segurança, o que interessa é isto https://www.publico.pt/2018/02/27/sociedade/editorial/a-violencia-policia-e-os-suspeitos-do-costume-1804558

Onde é que está o/um relatório a mencionar as agressões e mortes em serviço sobre os profissionais da Guarda e das outras forças de segurança, por exemplo nos últimos 5 anos?

Pois é, esse relatório não existe e nem sequer interessa que alguma vez seja feito e tornado público. O que interessa é malhar nas forças de segurança que têm cada vez menos efetivos, cada vez mais velhos, mais debilitados física e psicologicamente por força dessa redução e de envelhecimento dos efetivos, processo esse iniciado em 2005.
avatar
Guarda que anda à linha
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 52
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1155
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por toinojaquim em Ter 06 Mar 2018, 11:57

https://www.noticiasaominuto.com/pais/967924/penas-suspensas-para-jovens-que-agrediram-militares-da-gnr
avatar
toinojaquim
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 413
Mensagem : " As massas nunca se elevam ao padrão do seu melhor membro, pelo contrário, degradam-se ao nível do pior"
Meu alistamento : 2003 Portalegre


Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Guarda que anda à linha em Seg 21 Maio 2018, 01:09

Chamusca | Indivíduo embriagado esfaqueia militar da GNR

http://www.mediotejo.net/chamusca-individuo-embriagado-esfaqueia-militar-da-gnr/
avatar
Guarda que anda à linha
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 52
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1155
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por toinojaquim Ontem à(s) 11:38

Será que a integridade física de um Guarda vale menos do a de um jogador de futebol???
avatar
toinojaquim
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 413
Mensagem : " As massas nunca se elevam ao padrão do seu melhor membro, pelo contrário, degradam-se ao nível do pior"
Meu alistamento : 2003 Portalegre


Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por martins7 Ontem à(s) 22:57

Fujam sem olhar para trás ou escondam-se, mais vale do que levar uns tabefes e ouvir uns palavrões mal amanhados. É que se o pior acontecer, os vossos mandantes vão-se borrifar para o assunto e ninguém vai querer saber.
avatar
martins7
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 38
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 374
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: As agressões aos Profissionais da Guarda continuam...

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 11 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo