Comando Geral da GNR classifica de “indecorosas” afirmações do juiz Neto de Moura

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Em Curso Comando Geral da GNR classifica de “indecorosas” afirmações do juiz Neto de Moura

Mensagem por dragao em Sex 27 Jul 2018, 22:11

O Comando Geral da GNR anunciou hoje que vai expressar junto do Ministério da Justiça e do Conselho Superior da Magistratura desagrado “pelas afirmações indecorosas” do juiz Neto de Moura, que acusou os “agentes policias” de mentirem.

No recurso para o Tribunal da Relação de Lisboa, após a absolvição de quatro militares envolvidos numa operação de fiscalização ao juiz, quando este circulava de carro sem chapas de matrícula, Neto de Moura escreve nas alegações que “em situações em que é posta em causa a legalidade da sua atuação, os agentes policiais geralmente mentem e não têm qualquer pejo em fazê-lo em documentos públicos e em tribunal”.

Na nota interna enviada a todos os militares do dispositivo nacional da GNR, a que a agência Lusa teve acesso, o Comando-Geral da GNR refere que estas afirmações “colocam em causa a integridade, a honestidade e imparcialidade” dos militares da GNR e, “em última análise, das forças de segurança”.

“Cientes que no âmbito da litigância judicial, nem sempre é possível manter uma linguagem de exemplar urbanidade, sendo concedida às partes uma margem alargada no âmbito da retórica produzida, mas também conscientes da indelével credibilidade e probidade dos militares da Guarda Nacional Republicana, não podemos deixar de manifestar um evidente desagrado com o teor das afirmações proferidas”, refere o email enviado pela Comando-Geral da Guarda.

A nota interna informa todos os militares da GNR que o Comando-Geral desta força de segurança “irá expressar, junto das entidades competentes – judiciais e da tutela, o seu desagrado pelas afirmações indecorosas produzidas no âmbito do processo judicial”.

Simultaneamente, o Comando da Guarda reitera que “permanece solidário com os militares envolvidos no processo e disponível para, caso assim o entendam, continuar a patrocinar a sua defesa”.

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) condenou este mês quatro militares da GNR a uma multa de 2.340 euros por denúncia caluniosa e falsidade de testemunho e ao pagamento de 8.000 euros ao juiz desembargador Neto de Moura.

O acórdão do TRL, a que a Lusa teve acesso, assinado pelos juízes Carlos Espírito Santo e Cid Geraldo, altera a decisão do Tribunal de Loures que absolveu os arguidos, num processo de 2012, quando o assistente (juiz Neto de Moura) foi fiscalizado por uma brigada da GNR, no concelho de Loures, no momento em que circulava sem chapas de matrícula na viatura.

A 10 de julho de 2012 (dia seguinte à operação), o chefe da patrulha elaborou uma participação dirigida ao Conselho Superior da Magistratura (CSM) a denunciar que o juiz Neto de Moura “viu e ignorou a ordem de paragem dos militares da GNR”, e, depois de intercetado, manteve uma “atitude provocatória, intimidatória e ofensiva” perante os elementos policiais.

Os arguidos prestaram declarações, enquanto testemunhas, no CSM, que arquivou o inquérito disciplinar, por deliberação de 18 de setembro de 2012, tendo o juiz apresentado uma queixa-crime.

Os arguidos foram absolvidos pela primeira instância, mas o juiz recorreu para a Relação, que condenou os militares da GNR.

O acórdão do TRL sustenta que “não se pode dar como provado” que o assistente passou junto dos arguidos, pois um dos guardas afirmou que a rotunda, onde se encontravam os militares da GNR, estava a “cerca de 30/50 metros” da via onde circulava o juiz, acrescentando que o mesmo "respeitou" todas as ordens que lhes foram dadas.

O juiz Neto de Moura, atualmente no Tribunal da Relação do Porto, foi o relator de polémico um acórdão polémico sobre um caso de violência doméstica, aguardando ainda as conclusões de um inquérito disciplinar aberto pelo Conselho Superior da Magistratura.

No acórdão, o juiz relator Neto de Moura faz censura moral a uma mulher de Felgueiras vítima de violência doméstica, minimizando este crime pelo facto de esta ter cometido adultério, invocando a Bíblia, o código Penal de 1886 e até civilizações que punem o adultério com pena de morte, para justificar a violência doméstica.
https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/comando-geral-da-gnr-classifica-de-indecorosas-afirmacoes-do-juiz-neto-de-moura

Noticias relacionada:

http://forumgnr.forumeiros.com/t40029-militares-da-gnr-condenados-a-pagar-10-mil-euros-ao-juiz-neto-moura-em-caso-polemico
avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 49
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 20443
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Comando Geral da GNR classifica de “indecorosas” afirmações do juiz Neto de Moura

Mensagem por Edr See em Sab 28 Jul 2018, 10:31

De tanto estar surpreendido com esta decisão do CG, até me custa acreditar!
avatar
Edr See
Capitão
Capitão

Masculino
Idade : 37
Profissão : Militar das Forças de Segurança
Nº de Mensagens : 5876
Mensagem : Tenho fé que um dia a instituição seja mais justa para com os seus elementos...
Meu alistamento : 01SET03 - GIA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Comando Geral da GNR classifica de “indecorosas” afirmações do juiz Neto de Moura

Mensagem por matrix2020 em Sab 28 Jul 2018, 15:13

Agora imagine-se o que seria todos os bandidos que foram condenados por testemunhos de militares da GNR recorrerem das respectivas condenações, tomando como base as declarações deste desembargador!
Num país sério este desembargador teria perdido o seu cargo!
avatar
matrix2020
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 42
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 770
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Comando Geral da GNR classifica de “indecorosas” afirmações do juiz Neto de Moura

Mensagem por NIC em Sab 28 Jul 2018, 15:36

Parece que finalmente temos COMANDANTE!!  militar'
avatar
NIC
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 51
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 789
Meu alistamento : 1990

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Comando Geral da GNR classifica de “indecorosas” afirmações do juiz Neto de Moura

Mensagem por jmflince em Sab 28 Jul 2018, 22:37

Em tempos que já lá vão, quando a PSP era também comandada por um general, ele  e bem fez uma critica sobre a decisão de um juiz que tinha aplicado a um agente prisão preventiva, por ter baleado um assaltante lá para o Alentejo. Com este gesto o comandante demostrou estar ao lado dos seus homens.
 Pois  o governo de  então demitiu o senhor general. 
Isto foi só uma coisa de que me  lembro...


Última edição por jmflince em Dom 29 Jul 2018, 09:56, editado 1 vez(es)
avatar
jmflince
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 52
Profissão : Cabo GNR
Nº de Mensagens : 1169
Mensagem : Estou farto de ver e de ouvir certas pessoas...


Meu alistamento : 04-03-1991

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Comando Geral da GNR classifica de “indecorosas” afirmações do juiz Neto de Moura

Mensagem por PINTAROLAS em Dom 29 Jul 2018, 01:39

NIC escreveu:Parece que finalmente temos COMANDANTE!!  militar'
...e com "eles" no sitio.

_____________________________________________
Regras
Utilizadores com acessos especiais
Posto Virtual/Expediente
Facebook Fórum GNR
UTILIZAR FUNÇÃO "BUSCAR"
Linha de Apoio Psicossocial 800962000
Wink
avatar
PINTAROLAS
Moderador
Moderador

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 7743

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Comando Geral da GNR classifica de “indecorosas” afirmações do juiz Neto de Moura

Mensagem por Guarda que anda à linha em Dom 29 Jul 2018, 13:14

NIC escreveu:Parece que finalmente temos COMANDANTE!!  militar'


Também me parece. General 5 estrelas https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1815798558505880&set=a.399074230178327.93986.100002272617806&type=3&theater&ifg=1 Só que, infelizmente para os militares, estes são os COMANDANTES de que os políticos não gostam.
avatar
Guarda que anda à linha
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 52
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 1276
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Comando Geral da GNR classifica de “indecorosas” afirmações do juiz Neto de Moura

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares